7 Formas de Tornar o seu Conteúdo Viral
Nada acontece por acaso, e por detrás de um conteúdo viral está muitas vezes um marketer focado em garantir que o seu conteúdo reúne determinadas características para causar um verdadeiro impacto nos utilizadores online.
Agência Elsket, Marketing Viral, Viral, Conteúdos, 2018
17253
post-template-default,single,single-post,postid-17253,single-format-standard,cookies-not-set,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,vss_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-9.5,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
Viral Marketing

7 Formas de Tornar o seu Conteúdo Viral

Todos os dias nos deparamos com conteúdos que muito rapidamente se tornam virais e se espalham por toda a Internet.

Quase parece magia, que os seus autores nem se esforçaram e puff! milhares de utilizadores estão a partilhá-lo na web.

Nada acontece por acaso, e por detrás de um conteúdo viral está muitas vezes um marketer focado em garantir que o seu conteúdo reúne determinadas características para causar um verdadeiro impacto nos utilizadores online.

Conheça 7 Formas de Tornar o seu Conteúdo Viral (a nº 5 é a nossa favorita!):

 

1 – Espie a Concorrência.

Uma das melhores formas de criar conteúdo que os seus leitores queiram partilhar é ver o que resultou para outras empresas da concorrência.

Espie os seus concorrentes! Aponte aquilo que estão a fazer corretamente e aplique ao seu negócio.

Aponte a checklist seguinte para fazer esta análise:

– Faça uma lista dos seus 5 concorrentes mais importantes e das redes sociais nas quais ambos têm presença (Isto pode significar que estão a competir por tráfego nessa rede);

– Analise os conteúdos publicados nos últimos 6 meses;

– Selecione aqueles que tiveram as taxas de envolvimento mais altas;

– Utilize esses conteúdos para se inspirar e desenvolver os seus (aplique as mesmas técnicas e tente fazer 10 vezes melhor!);

 

2 – Conte uma História.

Contar uma história nos conteúdos que produz é uma das formas mais eficazes de criar um relacionamento e uma verdadeira conexão com a sua audiência.

Para que o seu conteúdo chame a atenção e tenha o impacto desejado, é importante que inclua no mesmo estes elementos:

– Quais os principais problemas da sua audiência;

– Qual a solução que o seu produto ou serviço pode oferecer;

– Quais os passos necessários para os consumidores passarem facilmente do problema à solução com a sua oferta (Passagem do ponto A ao ponto B);

 

3 – Crie incentivos para partilharem o seu conteúdo.

Não há quem resista a uma boa oferta, e a verdade é que as ofertas geram partilhas, e as partilhas tornam os conteúdos virais!

Seja uma tshirt ou um Ebook, oferecer algo em troca da partilha do seu conteúdo é também umas das formas mais simples e eficazes de incentivar os utilizadores a tomar uma ação, ao mesmo tempo que dá mais um passo rumo ao objetivo de tornar o seu conteúdo viral.

O que oferecer em troca de partilhas?

– Tome nota de ofertas que fez no passado e veja o que resultou bem para a sua audiência e repita;

– Itens físicos como tshirts, stickers, etc;

– Downloads grátis (Ebooks, templates e guias);

– Descontos;

 

4 – Seja útil.

Um estudo do New York Times aferiu que cerca de 90% dos utilizadores avalia se um conteúdo é útil antes de o partilhar, e por isso é imprescindível que os conteúdos que pretende que se tornem virais tenham, acima de tudo, utilidade para a sua audiência, pois só assim conseguirá um grande número de partilhas.

Como tornar o seu conteúdo útil e partilhável?

– Comece por pensar no problema que pretende abordar no conteúdo, ou seja, aquilo que está a ajudar a sua audiência a resolver;

– Garanta que o conteúdo oferece a solução “passo-a-passo” para o problema (estes passos podem ou não incluir o seu produto ou serviço);

– Inclua um Botão de Ação (Call to Action). Este poderá ser um simples click to tweet ou um incentivo para partilhar o conteúdo com alguém que também possa beneficiar do mesmo;

 

5 – Provoque emoções na sua audiência.

Quando o objetivo é criar uma ligação, não há nada mais eficaz do que apelar às suas emoções e experiências da sua audiência!

Posicione sempre o seu conteúdo de forma a que os consumidores se relacionem com o mesmo, criando assim uma ligação direta com a sua empresa, que se refletirá numa maior utilização dos seus produtos e serviços.

Para saber que conteúdos apelam às emoções da sua audiência e criam uma relação, responda às seguintes perguntas:

– Que problemas enfrenta atualmente o meu target?

– Que problemas enfrentam atualmente os meus clientes?

– Para o que pretendo que o meu produto/serviço seja utilizado?

– Que tipo de experiências fizeram parte do percurso dos meus clientes?

Pergunte-se por último: “O meu conteúdo ajuda a resolver estes problemas e/ou provoca as emoções certas?”

Se a resposta for negativa, pode ser necessário redefinir por completo o conteúdo para garantir que a audiência se relaciona com o mesmo, e que, mais importante, o irá partilhar!

Veja o exemplo (ou reveja, caso queira emocionar-se de novo) do anúncio da Budweiser para a SuperBowl de 2015, que provocou emoções por todo o mundo, ao mesmo tempo que colocou a marca no top of mind dos consumidores:

 


6 – Seja trendy.

Crie o seu conteúdo com base em tendências. Apesar da informação ilimitada facultada pela internet, é importante que aborde temas que estejam “em alta” na rede, e, principalmente, para o seu público-alvo.

Com as tendências a mudar tão rapidamente, como saber ao certo o que partilhar?

O Google Trends foi criado para o ajudar nesta tarefa e fazer o trabalho por si. Com uma rápida pesquisa, consegue encontrar todos os tópicos que são tendência do dia, e decidir facilmente se é algo que pode ser convertido em conteúdo para o seu público.

 

7 – Utilize palavras-chave e garanta que o seu conteúdo resolve um problema real.

Parece bastante óbvio, mas muitas vezes este passo escapa quando estamos concentrados em produzir novos conteúdos.

Para assegurar que os seus conteúdos se tornam virais é também essencial que estes contenham termos e informações pesquisados pela sua audiência no Google.

Como saber exatamente o que os utilizadores pesquisam?

Através de um Planeador de Palavras-Chave como o disponibilizado pelo Google AdWords, por exemplo, conseguirá saber com que frequência os temas que tem em mente são pesquisados e que outras palavras relacionadas também estão a ser pesquisadas.

Desta forma, irá criar conteúdo mais focado no seu target e no que este está realmente interessado em ler ou ver (De facto, utilizámos a pesquisa de keywords para fazer este artigo!).

Agora que já sabe como tornar os seus conteúdos virais, do que está à espera?

Estamos curiosos para ver os resultados! 😉

Marta Oliveira
marta.oliveira@elsket.pt
Sem Comentários

Deixar Comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.