8 formas de melhorar a experiência dos utilizadores no seu website
Saiba como mudar a perceção dos seus visitantes sobre o seu negócio, construindo experiências web para os mesmos no seu website, passo a passo!
Agência Elsket, User Experience, Experiência do utilizador, UX, website, 2017
17118
post-template-default,single,single-post,postid-17118,single-format-standard,cookies-not-set,none,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,vss_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-9.5,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
Experiência do Utilizador Elsket

8 formas de melhorar a experiência dos utilizadores no seu website

User Experience (UX), ou experiência do utilizador, diz respeito aos elementos e fatores relativos à interação dos utilizadores com um determinado produto, sistema ou serviço, e cujo resultado gera uma perceção positiva ou negativa dos mesmos.

No geral, a experiência dos utilizadores é subjetiva e diz respeito à perceção e pensamentos dos mesmos, mas no contexto da navegação em websites esta é também dinâmica e pode ser alterada ao longo do tempo, o que representa uma oportunidade para todos os profissionais que pretendem melhorar a perceção que os seus potenciais clientes têm do seu produto ou serviço, realizando algumas alterações no seu website!

8 formas de melhorar a experiência dos utilizadores no seu website

Tendo em conta que existem atualmente mais de um bilião de websites em que os seus potenciais clientes podem navegar, deve assegurar-se de que o seu lhes proporciona a melhor experiência possível e que lhe permite conduzir os mesmos às ações pretendidas, como por exemplo, o download de conteúdos, a inscrição num evento ou o agendamento de uma reunião.

Pode optar por estudar em profundidade várias técnicas de User Experience Design  (UX Design), mas para lhe poupar um pouco de tempo (que hoje em dia é precioso e representa dinheiro) compilámos na lista seguinte as
8 formas de melhorar a experiência dos utilizadores no seu website:

1. Mantenha o website simples.

Por mais atraente que seja o seu website em termos de design, a maioria dos seus visitantes não regressa por esse motivo. Regressam sim, para completar alguma ação ou para encontrar alguma informação de que necessitam!

Evite adicionar elementos de design desnecessários e que não sirvam nenhum objetivo, pois isso apenas tornará mais difícil para os seus visitantes fazer o que pretendem, como, por exemplo, submeter um pedido de contacto ou de orçamento.

Poderá simplificar o aspeto do seu website com apenas algumas coisas, por exemplo:

  • Não utilizar demasiadas cores;
  • Não utilizar demasiados tipos de letra (O seu conteúdo deve ser, primeiro que tudo, legivel. O aconselhável será utilizar, no máximo, três tipos de letra diferentes num máximo de três tamanhos diferentes).

 

 2. Estabeleça uma Hierarquia Visual.

Estabelecer uma hierarquia visual no seu website significa, primeiro que tudo, organizar os elementos de uma forma que pareça natural aos visitantes.

O principal objetivo de estabelecer esta hierarquia será conduzir os visitantes a completar uma determinada ação, mas de uma maneira natural e agradável. Ao ajustar a posição, cor e tamanho de determinados elementos, conseguirá estruturar o seu site de modo a que os utilizadores sejam atraídos primeiro para determinados elementos.

Considere o exemplo do Spotify em baixo, no qual poderá verificar que o Botão de Ação “Get Spotify Free” está no topo da hierarquia visual. Este é também o único elemento que se encontra acima da dobra e que está preenchido a roxo, o que, naturalmente, direciona a atenção dos utilizadores para o mesmo.

 

 

3. Torne a navegação intuitiva.

Ter uma navegação intuitiva no seu website é crucial para assegurar que os seus visitantes conseguem encontrar exatamente aquilo que procuram.

Idealmente, um visitante deveria chegar ao seu website e não ter de pensar muito sobre qual o próximo passo a tomar nem no que clicar a seguir, e por isso deverá tornar a navegação o mais fluida possível.

Veja algumas dicas para melhorar a navegação no seu website:

  • Mantenha o Menu de navegação simples e perto do topo das páginas;
  • Inclua uma barra de pesquisa no topo do seu site para que os utilizadores pesquisem por keywords;
  • Não tenha demasiadas opções de navegação numa única página;
  • Mantenha a navegação até três níveis (no máximo, não faça com que os visitantes tenham de navegar por demasiadas páginas até encontrarem o que procuram);
  • Inclua links ao longo do seu copy e garanta que os utilizadores sabem para onde serão direcionados ao clicar;
  • Inclua links de navegação no footer;


Nota:
A estrutura e os locais de navegação devem manter-se os mesmos em todas as páginas do seu website para não criar confusão aos utilizadores.

 

4. Mantenha-se consistente.

Para além de manter a navegação do seu site consistente, o seu aspeto geral deve também ser consistente em todas as páginas. Quer estejamos a falar de backgrounds, esquemas de cores, fontes, e até do “tom” do seu copy, estas são todas áreas em que ser consistente pode ter um impacto positivo na perceção que os utilizadores têm do seu website.

Nota: Isto não quer dizer que todas as páginas do seu website devem ser iguais. Por outro lado, deve criar diferentes layouts para páginas específicas (ex: Layouts para landing pages, para páginas informativas, etc). Ao utilizar esses layouts de uma forma consistente, tornará mais fácil para os visitantes compreenderem que tipo de informação irão encontrar em determinadas páginas.

 

5. Torne o website acessível.

Com o crescimento do número de utilizadores que acede à internet através de dispositivos móveis, é mais do que essencial providenciar uma ótima experiência aos seus utilizadores quando estes visitam o seu website através de smartphones ou tablets e que o mesmo seja totalmente compatível com vários dispositivos e browsers.

Tornar o seu website acessível a vários tipos de dispositivos significa que precisa de criar uma estrutura de website altamente flexível, como é o caso do design responsivo. Através de um website responsivo, o seu conteúdo é automaticamente redimensionado para as dimensões do dispositivo utilizado.

Considere a imagem em baixo, na qual está representado o website da Elsket tanto em desktop como em mobile:

Outra maneira simples de tornar o seu website mais acessível será adicionar textos alternativos a todas as imagens (para que os visitantes que não as conseguem visualizar no browser consigam saber do que tratam).

Em última análise, é mais importante que o seu website permita uma excelente experiência aos seus utilizadores através de várias plataformas, em vez de parecer exatamente igual em todas.

 

6. Utilize práticas familiares aos utilizadores.

Existem certas práticas de web design com que, ao longo dos anos, os utilizadores da Internet se familiarizaram. Veja alguns exemplos:

  • Ter a navegação principal no topo ou ao lado esquerdo de uma página;
  • Ter um Logotipo no topo da página, à esquerda ou ao centro;
  • O Logotipo ser clicável e direcionar os visitantes para a Homepage;
  • Os links mudarem de cor ao passar com o rato por cima (Hover);

Embora seja tentador deixar de lado todas estas “regras” de Web Design e tentar ser original, esse é um erro que não deve cometer pois irá confundir os visitantes.

Para permitir a melhor experiência possível, aproveite o facto de já saber que, à partida, certos tipos de experiências web resultam para esses utilizadores e lhes são familiares.

Uma dos exemplos mais conhecidos é a existência de um ícone de  “carrinho de compras” em sites de e-commerce, por exemplo.

 

7. Tenha credibilidade.

Ao utilizar elementos e estratégias de design que já são familiares aos seus visitantes, isso poderá ajudá-lo a ter mais credibilidade. E se pretende fazer com que o seu website permita a melhor experiência possível, a credibilidade (a quantidade de confiança que os utilizadores têm no seu website) é muito importante.

Uma das melhores maneiras de aumentar a credibilidade do seu website é ser claro e honesto sobre o produto/serviço que vende no seu site. Não faça com que os seus visitantes tenham de navegar por demasiadas páginas para perceberem aquilo que oferece. Seja frontal sobre o que vende e dedique algum tempo a explicar o valor por detrás da sua oferta.

Outra dica para ganhar credibilidade: Tenha uma página de preços. Embora seja tentador forçar as pessoas a entrar em contacto, ter listas de preços no website fará com que o seu negócio pareça mais confiável e legítimo.

 

8. Foque-se nos utilizadores.

Podemos concluir que os utilizadores têm cada vez mais interesse numa boa experiência enquanto navegam em websites, e que o design dos mesmos deve ser desenvolvido com o foco nos mesmos, de modo a oferecer-lhes tudo o que precisam para se sentirem satisfeitos a navegar, de um modo fluido e sem esforço.

Uma boa forma de desenvolver um design que vá de encontro às necessidades dos utilizadores será testar diferentes práticas, recolher feedback e realizar alterações no seu website consoante o que for aprendendo.

Nota: De acordo com um estudo da Vitamin Talent, 68% dos visitantes não se convertem porque não acreditam que os proprietários dos sites se tenham preocupado com a sua experiência online.

Coloque-se no lugar dos seus visitantes e tenha em atenção às suas necessidades específicas. Desta forma conseguirá traçar uma boa experiência para os mesmos no seu site, passo a passo!

 

Gostava de mudar a perceção que os consumidores têm do seu negócio?
Fale connosco através do 91 370 68 45 ou deixe-nos aqui a sua mensagem 😉

Marta Oliveira
marta.oliveira@elsket.pt
Sem Comentários

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error: Conteúdo Protegido!