Como Otimizar o seu Blog para SEO
Com apenas 9 técnicas saiba como otimizar o seu Blog para SEO para atrair mais visitantes e aumentar as suas vendas.
SEO, Blog, Elsket, agência, 2017
16412
post-template-default,single,single-post,postid-16412,single-format-standard,cookies-not-set,none,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-title-hidden,vss_responsive_adv,qode-content-sidebar-responsive,qode-theme-ver-9.5,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1.1,vc_responsive
Como Otimizar o seu Blog para SEO

Como Otimizar o seu Blog para SEO

Para que o seu Blog seja facilmente encontrado por leitores interessados é essencial que esteja a par de algumas técnicas de SEO (Search Engine Optimization) que pode facilmente aplicar para que os algoritmos do Google reconheçam o seu Blog como útil e relevante e o posicionem nos primeiros lugares de pesquisa orgânica (pesquisa organizada pelos mecanismos de pesquisa do Google e sem influência de interesses humanos).

Depois de alguma pesquisa, reunimos algumas das melhores técnicas para aplicar nos seus artigos e destacar-se no topo dos resultados de pesquisa.

Como otimizar o seu Blog para SEO?

#1 Concentre-se em apenas 1 ou 2 palavras-chave

Uma boa técnica que pode aplicar é concentrar-se em apenas 1 ou 2 palavras-chave por cada artigo que escrever, para que se mantenha concentrado na narrativa do mesmo e no objetivo principal que definiu, como a promoção de um serviço ou produto específico ou a inscrição num evento, por exemplo.

Para utilizar apenas 1 ou 2 palavras-chave poderá optar por utilizar palavras-chave longas, que correspondam a termos de pesquisa normalmente utilizados pelo seu público-alvo, atraindo assim mais tráfego qualificado, ou seja, utilizadores com real interesse e com probabilidade de se converterem em clientes da sua empresa.

 

#2 Escolha locais específicos para as palavras-chave

Depois de selecionar com cuidado as palavras-chave, é altura de as incorporar nos seus artigos. Em que locais deve incluí-las de modo a atingir uma boa posição nos resultados de pesquisa?

Existem quatro locais essenciais que pode testar: Título, subtítulos e corpo do texto, nos URL’s e nas meta descrições.

  • Título

O título do seu artigo é normalmente o primeiro elemento analisado pelos mecanismos de pesquisa para determinarem a relevância do seu conteúdo, sendo essencial que inclua no mesmo as suas palavras-chave.

Ao definir o título do seu artigo é também importante que coloque as palavras-chave nos primeiros 65 caracteres do mesmo, pelo facto de, na pesquisa orgânica, o Google cortar os títulos a partir dos 65 caracteres (o correspondente a 600 pixéis de largura).

Se o seu título for longo, será melhor colocar a palavra-chave no início do mesmo para não arriscar que a mesma seja cortada e que os mecanismos não reconheçam a relevância do seu conteúdo.

  • Subtítulos e corpo de texto

Outra técnica eficaz será introduzir as palavras-chave definidas em subtítulos e com uma cadência normal ao longo do corpo de texto, de um modo que seja natural para a leitura.

É também aconselhável que planeie com antecedência onde irá colocar as palavras-chave ao longo do texto, para não exagerar no uso das mesmas e correr o risco de ser penalizado pelos motores de pesquisa.

  • URL’s

O URL é também um dos primeiros elementos visíveis para os mecanismos de pesquisa verificarem o tema dos seus artigos, e como tal é essencial que otimize todos os seus URL’s, incluindo as suas palavras-chave nos mesmos.

No exemplo em baixo, optámos por manter a palavra-chave longa, por ser um termo possivelmente pesquisado pelo público-alvo:

  • Meta descrições

As meta descrições fornecem aos mecanismos de pesquisa e aos leitores informações sobre o conteúdo dos seus artigos, e são, por isso, também uma oportunidade para introduzir palavras-chave.

Ao introduzir palavras-chave nas meta descrições, a sua audiência saberá exatamente do que tratam os seus artigos e o Google poderá avaliá-los facilmente e validar a relevância dos mesmos.

 

#3 Otimize o Blog para utilizadores mobile

O Design responsivo de websites está a ganhar cada vez mais importância em termos de SEO, pelo que deve optar por otimizar as páginas do seu blog para dispositivos mobile de modo a obter melhores resultados no ranking de pesquisa.

Ao ter um blog responsivo garante o seu lugar nas primeiras páginas de pesquisa?

Não é uma ciência certa, mas na realidade as primeiras páginas de pesquisa são ocupadas unicamente com páginas mobile-friendly, ou seja, otimizadas para dispositivos móveis, devido ao facto de o Google valorizar e posicionar melhor este tipo de páginas ao invés de outras, não otimizadas.

NOTA: Aquilo que os mecanismos de pesquisa valorizam está em constante mudança. Para se manter a par de todas as alterações poderá subscrever o Blog oficial da Google.

 

#4 Otimize as suas imagens

Ao escrever posts deve ter em atenção não apenas o texto, mas também as imagens que irá utilizar e como tirar o máximo partido das mesmas em termos de SEO. Os mecanismos de pesquisa não procuram apenas por imagens que expliquem o conteúdo, mas também por imagens que contenham texto alternativo ou alt-text.

Um texto alternativo informa os mecanismos de pesquisa sobre o que tratam as suas imagens, sendo estas também uma ótima oportunidade para colocar as suas palavras-chave e obter melhores resultados no ranking de pesquisa.

Colocar alt-texts nas suas imagens pode parecer pouco relevante, mas a verdade é que este passo poderá ter tanto impacto na sua posição do ranking de pesquisa quanto outras técnicas que já referimos. Vale a pena, portanto,  tirar uns minutos extra para colocar textos alternativos nas suas imagens.

 

#5 Não repita os mesmos tags

A utilização de tags pode ajudá-lo a organizar os conteúdos do seu blog, mas se os utilizar em demasia ou repetir os mesmos, poderá ser penalizado pelos mecanismos de pesquisa por ter conteúdo duplicado.

Sempre que cria um tag, cria também uma nova página em que todos os conteúdos com esse tópico irão aparecer. Se utilizar demasiados tags iguais para o mesmo conteúdo, os mecanismos de pesquisa irão considerar que está a mostrar o mesmo conteúdo várias vezes no seu website.

Se após uma análise verificar que tem alguns tags repetidos, perca um pouco do seu tempo a apagar alguns, selecionando apenas entre 15 e 25 tags que considere importantes para o seu blog e que não sejam muito semelhantes entre si, para integrar nos seus artigos.

Deste modo, não será com certeza penalizado por ter conteúdo duplicado.

 

#6 Otimize as suas meta descrições

Para relembrar, uma meta descrição é o texto adicional que aparece na pesquisa e que permite aos seus leitores saber sobre o que trata a ligação na qual estão prestes a clicar. As meta descrições facultam as informações de que os utilizadores necessitam para determinar se o seu conteúdo corresponde, ou não, ao que procuram, e pode ser determinante para estes clicarem no mesmo.

É, então, importante que aproveite as suas meta descrições para incluir palavras-chave, para que capte a atenção dos seus leitores e se mostre relevante para os seus interesses e necessidades.

Veja um exemplo:

É, no entanto, importante referir que a sua meta descrição por vezes pode não aparecer na pesquisa, uma vez que o Google muitas vezes introduz outras partes dos seus artigos que incluam as palavras-chave pesquisadas, para que os leitores confirmem se os resultados combinam com a pesquisa que realizaram.

De qualquer modo, vale a pena tentar e apostar na otimização das suas meta descrições para aumentar as suas probabilidades de sucesso!

 

#7 Partilhe nas redes sociais

Os mecanismos de pesquisa dão também prioridade a conteúdos que tenham sido partilhados nas redes sociais ou que tenham algum tipo de conexão social e é importante que atualize as suas redes como o Facebook, Twitter, Linkedin, etc, com os conteúdos que produz para o seu blog.

Quanto mais partilhar os seus conteúdos nas redes sociais, maiores as probabilidades de ficar melhor posicionado no ranking de pesquisa, pois estas partilhas aumentam exponencialmente o número de links que direcionam para o seu blog (links inbound).

Outra maneira de garantir que o seu blog está otimizado para Social Search, será integrar elementos de redes sociais nos seus artigos, como ícones para partilha ou likes, que permitem aos seus leitores interagir facilmente com os seus conteúdos nas redes.

Com estas técnicas, os seus artigos irão alcançar uma audiência muito mais vasta e têm maiores probabilidades de aparecer nos primeiros resultados de pesquisa orgânica.

 

#8 Inclua links internos sempre que possível

Ao incluir links internos para outros artigos que tenha produzido irá ajudar os mecanismos de pesquisa a validar a relevância do seu conteúdo, e o mesmo acontece se utilizar links para outras páginas do seu website. Se escreveu sobre algum assunto que também foi tratado noutro artigo, eBook, ou página web, uma boa técnica de SEO será linkar para essas páginas.

 

Como Otimizar então o seu Blog para SEO?

Sempre que criar conteúdo para o seu Blog deverá focar-se principalmente naquilo que interessa para a sua audiência e não em quantas vezes poderá incluir links ou palavras-chave. Concentre-se em ser útil e pense naquilo que poderá ter conduzido os leitores até ao seu artigo. Fazendo isto, irá otimizar naturalmente o seu conteúdo para SEO.

 

Gostava de ter o seu Blog otimizado para SEO? Fale connosco através do 91 370 68 45 ou do email info@elsket.pt.

Tags:
, , ,
Marta Oliveira
marta.oliveira@elsket.pt
Sem Comentários

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

error: Conteúdo Protegido!